Loja Indústria | Notícias

Loja Indústria cria centro de formação para o sector energético

14 Setembro de 2011

Num mercado específico como o industrial, a Loja Indústria (LI) pretende destacar-se com a criação de um centro de formação direccionado a profissionais do sector energético. O projecto, resultante de um investimento de 30 mil euros, arrancou durante o mês de Setembro e visa a qualificação dos profissionais da indústria energética. Direccionado a arquitectos, engenheiros e técnicos de manutenção, o Centro de Formação pretende realizar workshops e acções de formação que permitam formar 13 ou 14 formandos por mês, num total de cerca de 160 profissionais por ano. O objectivo é formar profissionais em áreas-chave e equipamentos de várias marcas.

 

Paulo Correia, director-geral da LI, adianta que “este é um centro importante num nicho de mercado que tem sido esquecido”. “A Loja Indústria quer ser uma referência para a indústria em Portugal e a formação faz parte desta ambição”, continua o director-geral. Com este centro, a Loja Indústria quer acompanhar a evolução do mercado. Para Paulo Correia, “a evolução é cada vez mais rápida e os materiais e soluções são rapidamente ultrapassados. Com este centro queremos formar técnicos superiores no sentido de reciclarem, continuamente, os seus conhecimentos, mas também formar responsáveis de manutenção das instalações para que a dependência técnica das empresas de manutenção seja somente para questões mais graves”.

 

“Dada a especificidade das temáticas, teremos de contemplar duas áreas: uma colectiva, onde os formandos poderão adquirir os conhecimentos mais teóricos, e outra, mais ampla, própria para as necessidades da aprendizagem prática”, explica Paulo Correia. O projecto, que integra o financiamento resultante de uma candidatura ao Programa Factor PME, poderá ainda formar Serviços de Assistência Técnica Viessmann, assim como instaladores, como forma de prestar um melhor serviço aos clientes.

 

A Loja Indústria é uma empresa representante exclusiva de algumas das principais marcas mundiais da área de queimadores industriais e aquecimento industrial (como a Viessman, Steinen, Union Special, entre outras). Com uma carteira de mais de 650 clientes, a Loja Indústria inclui no seu portefólio algumas empresas como a Cepsa, Galp, RAR, Ana Aeroportos, Cerealis, CUF, Fundação Champalimaud, Saprogal, ADP, Saint Gobain, entre outras.

 

Especializada em equipamentos de aquecimento e climatização, a Loja Indústria surgiu em 2006, com um investimento inicial de 150 mil euros, para colmatar uma lacuna da área da distribuição multimarca do sector industrial. Até ao final do ano, a empresa prevê alcançar uma facturação superior aos 500 mil euros. Os objectivos de crescimento mantêm-se e, para 2012 e 2013, a empresa espera aumentar os números para 750 mil euros e um milhão de euros, respectivamente.

 

O crescimento acentuado levou a LI a apostar no serviço ao cliente, desenvolvendo acções e tecnologias que permitam uma maior eficácia do serviço. A aposta no comércio electrónico deu origem à criação de uma loja online e a empresa disponibiliza assistência, 24 horas por dia.

 

Fonte: Grande Consumo e Revista o Instalador